Mudança

​Você não precisa convencer ninguém de nada. Nem que a vida é linda, nem que o inferno não é aqui. Esse não é seu dever, essa obrigação não é sua. Trabalhe em você, aprenda a ver a beleza ao seu redor. Não mudará nada ou ninguém com palavras… Mas sim, sendo exemplo vivo daquilo que você acredita que é.

Mergulho Introspectivo


​Ninguém me conhece melhor que eu, mas… e quando chega um momento que sinto não me conhecer tão bem assim? A gente se descobre. Cobre. Redescobre. E mesmo assim, ainda me sinto desconhecida. 

Gostos novos, que antes não sabia gostar. Estranhos. Diferentes. Anormais, talvez.
Desgostos novos, que antes acreditava gostar.
Dúvidas surgem.

Mergulho no mais profundo interior subjetivo, na zona abissal, na umbralidade, na parte mais obscura e sombria. E ainda assim sem respostas. Cada dia me descobrindo. Cobrindo. Redescobrindo. E acima de tudo me surpreendendo por ter pensado por tempos que me conhecia de alguma forma.

Inocente.
Brupolar.

Suficiente


Como dói não ser o suficiente pra alguém. Não ser boa o bastante. Não agradar a ponto de ser única. Ser só mais um número, mais uma vez. Mais uma.

O coração aperta, vem o nó na garganta e sentimento de impotência. É tão grande a infelicidade que não se contém dentro de você. Transborda. Lágrimas escorrem.
Por que não sou o suficiente? O que falta? O que tem de errado comigo?
Questões que não se calam e também não são respondidas.
A dúvida fica no ar e a dor dentro de você.
Por que não sou o suficiente?
Por quê?
A vontade é de sumir. Desaparecer assim do nada mesmo. Ficar fora do ar até estar bem o bastante pra não se sentir tão afetada. Sumir. Sumir até as coisas se acalmarem. Até meu nó na garganta se dissolver. Ou eu me acostumar com sua presença lá.  Me acostumar a não ser o suficiente. Me acostumar com a ideia de que nunca serei.
Sumir é utopia. No mundo real só é possível se isolar.
Isolada estou.
Isolada permanecerei.
Brupolar.

Reviravolta no Transtorno de Brupolaridade

Oi gente!

Acho que como quem acompanha meu blogzinho nível iniciante, conseguiu perceber que dei uma bela de uma sumida.

Pois é… Vim me justificar e mudar isso!!

Bom, além da minha faculdade ter começado (depois vai ter post sobre isso hihi), estava com falta de criatividade, ânimo… Então comecei a empurrar tudo com a barriga, entendem? Algo que me deixava super feliz que era ver o blog crescendo acabou se tornando algo banal no meu dia-a-dia.

Acho que só pelo nome do meu blog, conseguem perceber que não sou totalmente equilibrada né?! (risos) Então essas coisas acontecem… Mas o importante é o momento de reviravolta! E eis que aqui estou!!!

Então esse post foi para dar um esclarecimento para meus queridos e para dar uma novidade!

Lá vai:

Ando precisando escrever. Simplesmente escrever. Colocar os sentimentos para fora através de textos, citações e etc. Então aqui no blog agora também vai ter a parte onde vocês poderão acompanhar se gostarem, dei o nome de Diário de uma EX-MAGRA, dentro dessa página tem o Mundo Subjetivo, onde vão encontrar todas minhas neuroses! Acho que vão conseguir se sentir mais próximos de mim, vão me conhecer melhor e podem até se identificar com algo que eu escreva, né?!

Pois bem queridos, esse post vai acabar por aqui e prometo tentar postar um dia sim e um dia não para manter uma rotina, mas provavelmente algumas vezes terão esses meus textos fora do padrão de post ok?!

Espero que todos compreendam e não desistam de mim e do blog! (=

Conto com a ajuda e apoio de todos!

Beijinhos

Brupolar